Total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Idéias Preguiçosas que Enriquecem! Venda do Lote ...

.
.

Olá caríssimos, bom dia!

Preguiça

Aversão ao trabalho; ócio, vadiagem.

Estado de prostração e moleza, de causa orgânica ou psíquica.

Preguiça é  o que esta me guiando em meus investimentos, às vezes.



Bom? Ruim? Só o tempo para dizer ...

Fato é: Por incrível que pareça, às vezes este sentimento de preguiça tem ajudado.

Na última postagem, eu comentei sobre um investimento de alto risco que fiz, meio às pressas eu sei, mas era algo que eu já tinha estudado.

Sim, eu comprei um lote de um novo loteamento tendo ido uma vez apenas.

Sem consultar meu pai, que é sempre a minha referência.

Acreditando piamente que o ‘trade’ daria certo.

Eu tenho cara de bobo, mas bobo eu não sou.

Talvez me faça de bobo, algumas vezes, para viver.

E o que era apenas uma ideia em minha mente, acabou funcionando: Últimas unidades foram vendidas, quem queria comprar não consegue mais diretamente com a imobiliária / loteadora, e terá que comprar diretamente a mercado.

Já vi placas com ágio de R$ 20.000,00 a R$ 30.000,00.

Investidores compram lotes por dois motivos: Construir (para alugar ou vender), ou cercar / fazer muro e deixar o tempo passar para vender com lucro.

Meu caso: Lucro rápido.

Preguiça de fazer qualquer coisa lá.

Preguiça até mesmo de ir lá visitar o lote, pois fica em outra cidade, a cidade que construo.

Quem não teve a sorte de comprar na reserva (eu comprei na reserva), não tem escolha: Terá que comprar à mercado.

É o mesmo conceito de subscrição de Fundos Imobiliários: Quem não tem cotas ou não compra o direito para subscrição (pagando mais), tem que comprar à mercado.

E foi o que eu acabei de fazer: Vendi o direito de subscrição, de um lote real, de um ativo real, num condomínio que aparentemente tem tudo para valorizar bem mais em alguns anos.

O motivo? O preço!

Ninguém consegue dar uma entrada de R$ 50.000,00 e financiar em outras várias prestações altas para construir um barraco no fundo, ou dividir o lote em meio e vender parte, construir na metade e deixar a outra para o parente.

Um erro que cometi num outro loteamento que comprei foi este: Apesar das maravilhas que os corretores me falavam sobre o local, o crescimento esperado, eu me enganei com estas promessas e comprei um mico, que vendi após 4 anos pagando prestações por um lucro ínfimo, algo em torno de R$ 10.000,00 ...

E pensar que lá no início, me ofertaram estes mesmos R$ 10.000,00 para ficar com o lote.

Foi exatamente o que eu fiz neste lote: Acreditei no potencial, lembrei da negociação anterior que fiz, 4 anos antes, tomei coragem e arrisquei meu dinheiro.

E assim acabei fechando um negócio.

Feito por um vendedor de imobiliária que confio, desconfiando digamos assim.

Ele me ofertou.

Ele me deu todos os detalhes.

Ele me alertou da procura destes lotes, e acabou fechando o negócio.

Foi um erro vender meus ativos, girar patrimônio e fazer isto? Talvez. Neste caso não foi.

.
.

Foi realizado o contrato, e em Outubro deste ano receberei aquilo que vou pagar esta semana + o valor adicional, algo em torno de R$ 10.000,00.

Pagarei a entrada + a primeira prestação, e com as taxas que pagarei, terei um lucro de aproximadamente R$ 8.000,00 a R$ 9.000,00, que serão devidamente reaplicados do local de onde saíram: Fundos Imobiliários.

Tive sorte? Talvez.

O que me deixou mais feliz: Eu tive coragem.

Fiz um negócio de preguiçoso: Comprar para revender.

Não movi um músculo para ganhar este dinheiro, usei três coisas: Minha cabeça, minha coragem e meu capital.

Usei meu exército nesta batalha, e venci.

Ou acho que venci, afinal, apenas assinei o contrato, e eu só acredito vendo mesmo, no próximo mês, meu dinheiro voltando corrigido com os juros.

Até lá, ainda serei dono de um lote financiado.

Eu tenho sim meu controle de risco, mas neste caso, amigos, estou falando de mais R$ 70,00 mensais de Renda Passiva com este Giro de Patrimônio.

Para mim, valeu o risco.

Poderia dar zebra sim, mas eu manteria o lote lá, até vender, mesmo com várias ofertas de venda no momento.

Se eu não tivesse dinheiro, não poderia fazer este negócio.

Eu deveria ter usado o Capital dos Imóveis, da última casa vendida, mas, enfrento um problema de atraso no registro da Escritura de venda, logo, o dinheiro de venda da casa ainda não foi pago, e eu precisava fazer este negócio.

No mês que vem, quando eu retornar ao mercado de Renda Variável o valor que retirei + lucro, eu saberei que valeu a pena.

Este foi um conceito que pretendo aplicar mais vezes: Usar meu capital para buscar bons negócios com Imóveis.

Tenho analisado mais imóveis de leilão.

Tenho lido sobre o tema.

E não se assuste se surgir um novo imóvel, nos próximos meses, na minha divulgação.

Vou aos poucos entendo este mercado.

Quero participar de um leilão, apenas para ver como funciona, começar a me ambientar.

Para que comprar lote, fazer projeto, aprovar, construir, regularizar, vender, se, eu posso ser preguiçoso, comprar algo pronto com menor valor e colocar à venda, no máximo com uma reformazinha menor?

Este é o conceito de Preguiça que dá dinheiro.

Quero ganhar dinheiro com o menor esforço possível, logicamente, que não existe isto sem algum risco.

Conceito purista de Pai Rico Pai Pobre ...

Bom, então fico por aqui, volto ao meu Trabalho após assinar o contrato e mês que vem estarei ansioso para ver o cumprimento do contrato, que estipula multa contratual, assinado por uma imobiliária, por mim e pelos compradores do lote.

Quando eu reaplicar todo este valor na Renda Variável novamente, saberei que este Giro de Patrimônio valeu a pena, ah se valeu ...

Importante: O capital adquirido NÃO entrará como Renda Passiva no próximo mês ... Se tudo der certo, estimo que terei a maior renda líquida mensal de toda a minha vida.

.
.

Um abraço e até a próxima postagem!

VDNI – VIVER DE NEGOCIAÇÕES IMOBILIÁRIAS

42 comentários:

  1. Trade não é renda passiva! Da onde você tirou que tu não fez nada? KKKKK
    Ta igual o piloto investidor que considera trade como renda passiva hehehe

    Se for assim é melhor fazer um ranking de traders concorda, outra o fato de você assinar , estudar, analisar etc já tira mérito de ser um investimento passivo.

    Agora no que tange o dinheiro que você aplicar do ganho no trade e posteriormente Receber de alugueis no próximo mês, ai sim pode incluir na renda passiva.

    Ex: Fez trade ganhou 10 mil aplicou tudo em fundo imobiliario e ao final do mês recebeu 100 reais a + .

    Neste quesito 100 reais você não fez esforço algum então conta como renda passiva.

    Tem de rever estas questões ai de trader ser renda passiva ! Não é .

    Muito pelo contrario você precisa estudar ativos , mercado etc Arbitrar valor etc.

    Se trata de uma profissão como qualquer outra quando levada a sério:
    EX: Warren buffet, Jorge soros, barsi etc vivem disso, estes caras possuem escritório dedicados a analises de empresas .

    Outra questão que você esta confundindo é patrimônio com renda passiva.
    EX: Se eu comprar um ativo que vale 1000 vender pelo dobro e adiante este ativo cair pela metade você vai contabiliza renda passiva negativa advinda da variação negativa, deste modo é conveniente fazer outro ranking de tradings.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mestre,

      Com todo respeito, eu tenho formação superior, pós, entendo muito bem os conceitos.

      Atualizei a postagem escrevendo um “NÃO”, pois não entrará como Renda Passiva, esta correto, não é renda passiva se é trade. Concordo. Faltou um “Não” ali.

      Mas, logicamente, QUANDO eu receber eu vou contabilizar sim no Patrimônio.

      A princípio para a próxima publicação entrará o valor que paguei no lote, e quando (e se) eu realmente receber o ágio e transferir, aí sim entrará no Patrimônio.

      Anon, Patrimônio = Tudo adquirido.

      Tudo tem um valor.

      Se você não sabe calcular quanto um valor um ativo ou passivo, eu sei, e incluo sim, pois felizmente já é pequena parte do meu patrimônio LÍQUIDO. Não cabe informar aqui.

      E você por acaso sabe se eu vendi meu imóvel? Se eu estou sem carro?

      Eu devo explicações à receita federal, não a você ...

      Crie seu blog e contabilize do jeito que você quiser.

      Eu hein?

      Fui.

      Excluir
    2. Vocês podem falar mil vezes, mas uma coisa é certa: Se meu imóvel me permite NÃO TER QUE PAGAR ALUGUEL, pode sapatear e dançar É o Tchan, mas a verdade é: Faz parte do Patrimônio SIM! Não vai ter golpe!

      Mimimi vou chorar por que não vale contabilizar meu imóvel.

      Claro que não.

      Então o José da Esquina que tem 10 casinhas de aluguel avaliadas em 100K cada uma não tem nada, mas recebe 5K de renda passiva e é um pobre sem patrimônio.

      O que me deixou desanimado foi o desvio do tema central da postagem: Não estou debatendo meu patrimônio aqui, estou debatendo uma operação financeira, do tipo que eu sonho pra minha vida e que deu certo.

      E até agora estou respondendo comentário de patrimônio.

      Se o blogueiro X, Y, Z não contabiliza imóvel, é conta deles, na minha entra, não participo de rankings, publico meu patrimônio BRUTO pois é ele que me importa, é ele que me guia, junto à renda passiva mensal, pra saber se meu caminho rumo à IF vai bem ou não.

      Com todo respeito, pode desenhar o que for, imóveis sempre devem ser contabilizados, imóveis geram grana, imoveis tem um preço!

      Excluir
    3. VDC, estamos falando da destinação econômica do imóvel. Se ele tem destinação econômica, é um ativo financeiro - que pode até dar prejuízo.
      O mesmo raciocínio se aplica aos carros.

      No exemplo que você deu, sobre casas de aluguéis, os imóveis obviamente têm destinação econômica.

      Porém, casa para moradia e carro particular não têm destinação econômica, portanto, como o Investidor Mineiro bem disse, não devem integrar o patrimônio líquido.

      Excluir
    4. Na minha estrategia devem, pois ao morar em imovel proprio eu nao pago aluguel e meu aporte fica maior.

      Meu foco é em aporte.

      Quando eu dobrar meu patrimonio, se deus permitir claro, o valor do meu imovel e veiculo serao infimos.

      Excluir
  2. Concordo com o MD, trade não deveria ser considerado como renda passiva. Porém, discordo do Anon 12:42. Patrimônio financeiro é, por definição, "o conjunto de bens, direitos e obrigações vinculado a uma pessoa ou a uma entidade". Bens como imóvel e carro compões sim o patrimônio de uma pessoa e devem ser considerados. Até porque você pode vende-los a qualquer momento e utilizar o dinheiro para outra finalidade.
    Eu tenho um imóvel próprio, onde moro, e não venderia, apesar de existirem investimentos mais rentáveis no mercado. Faço isso pela diversificação da carteira e também por acreditar que imóvel é um dos únicos tipos de investimentos totalmente blindados do governo brasileiro. Ao contrário do que o Collor fez com a poupança na década de 80, ninguém tira imóvel de brasileiro. É algo sagrado por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho carro e apto próprios, ambos totalmente quitados. É lógico que são patrimônio e considero os mesmos como ativos.
      Afinal de contas, quando trocar de carro eu vou dar o meu de graça ou vou vender ou dar ele de entrada no novo? O mesmo no quesito imóvel.
      Podem ser bens que depreciam e não tem liquidez, mas são ativos com valor de mercado.
      Engraçado seria considerar roupa e comida como patrimônio, que não possuem valor de mercado algum.
      Abraço!

      Excluir
    2. Pela lógica de vocês, o VDC teve foi prejuízo na operação acima, afinal, ao adquirir o imóvel, mesmo que a partir de 1 entrada + financiamento, o valor TOTAL do imóvel poderia ser somado ao seu patrimônio. Se o valor final do imóvel fosse 100mil e ele vendeu o imóvel por 60 mil (reavendo a entrada de 50mil e ganhando mais 10mil), ele teve, na verdade, prejuízo!
      Vocês estão fazendo contabilidade criativa, isso sim!
      Considerar imóvel e não considerar roupas demonstra que a diferença entre o que se contabiliza ou não está apenas no valor.

      Excluir
    3. Discussão eterna esta.

      A definição de patrimônio foi MUITO bem descrita pelo Finanças Cotidianas.

      Em tempo, não adquirir o primeiro imóvel por que “não pode contabilizar no patrimônio” é o que faz muita gente da Blogosfera errar.

      Ter um imóvel próprio é extremamente necessário.

      Agora veja bem, o cara que tem uma fazenda de 2 milhões, um AP na praia de 1 milhão e uma Mercedes de 200 mil e apenas 100 mil no banco tem menos patrimônio do que o seu josé da esquina, que juntou 200 mil reais na poupança.

      Tá de brinks né?

      E eu que estou ruim de conceitos.

      Vamos vender tudo para contabilizar corretamente o patrimônio como anônimos na blogosfera.

      Façam-me o favor, comprou um carro é parte do seu patrimônio! Tem tabela fipe caramba, você vende ele se precisar de grana.

      Imóvel também se transforma em dinheiro, basta vender!

      Fui

      Excluir
    4. Anon 13:48, seguindo este raciocínio ("depois de vender seu imóvel ou carro, ai sim você pode contabilizá-los como patrimônio financeiro para fins de IF"), você poderia considerar ações, FII, Título Públicos, etc, somente após a venda dos mesmos.
      Patrimônio financeiro não significa dinheiro na conta. Patrimônio financeiro, por qualquer definição padrão, é "o conjunto de bens, direitos e obrigações vinculado a uma pessoa ou a uma entidade".
      Todos os bens que você possuir podem ser contabilizados. Cabe a você escolher quais você quer ou não considerar. Eu considero minha casa, por exemplo, mas não considero meu computador. Porém isso é escolha minha. Eu poderia considerar meu computador também, afinal, eu poderia vender ele amanhã e embolsar R$5.000 (o que faria um excelente aporte).

      Excluir
    5. Não se guiam cegamente definições contábeis pobres que temos em alguns tratados contábeis pois existe muita controvérsia nestas alegações, tenham cuidado com muita coisa que ditos especialista alegam por ai , o que interessa é a matemática financeira e o fluxo de caixa positivo.



      Contabilidade é uma área que pode sofrer ingerências por parte dos interessados, (heterodoxia contábil)ou contabilidade criativa , não se trata de física ou ciência concreta.

      Esqueça este nomes pomposos, sendo que o que interessa é o saldo unitário matemático.

      Ex: Compra uma imóvel por 100 mil, este imóvel lhe paga a.m 1000 reais bruto, deste mil você paga IR, Depreciação, Seguro etc te sobra líquido 600 reais.

      Vamos supor que posteriormente a compra ocorra uma crise e o valor deste imóvel caia 30%, aluguel cai mais 50%, sendo assim ao final do ano este ativos sofrem reajustes e portanto seu valor econômico pode sofrer ajustes como o tempo " Variações"

      Outra ponto imóvel pode ter pegadinhas por isso é de difícil classificação contábil, existo muito controversa neste meio de avaliação de imóveis: exemplo você possui um imovel avaliado em x no ano base, mas este imóvel esta com pendências judicais , além disso este imóvel apresenta um grave problema estrutural que faz com que você tenha que gastar com uma grande reforma.

      Supondo que você comprou este imóvel por 200 mil , mas teve que gastar entre pendências judicais, impostos e manutenção mais 100 mil,consequentemente você teve um baita de um prejuizo contábil, pois só consegue vender este imóvel no mercado regularizado por 200 mil.


      Logo para ganhar dinheiro com este tipo de ativo você tem de abater todos os custos , por isso fica mais fácil contabilizar imóvel na venda, já que você desconta todos impostos, gastos etc


      Mas existe outra pegadinha: Muita gente não coloca gastos com reformas e outras coisas como fluxo de caixa negativo.

      O saldo real da operação é o saldo líquido do fluxo de caixa diferença entre valor investido bruto ( - ) diferença liquida acrescida de todos os gastos.

      Quer um exemplo: O que acontece quando banco, fundo investimentos etc possuem uma imovel lastreado a valor de mercado em 200 mil e após um ano este banco execute esta garantia, porém não ocasião este banco não consegue vender este imóvel por 200 da avaliação anterior, mas sim por 100 mil.


      O banco perdeu nessa! por isso é obrigado fazer provisões para devedores duvidosos, quando banco executa uma garantia e tal garantia vale metade do seu valor de avaliação o banco toma prejuizo,isso aconteceu inúmeras vezes ao longo do tempo, não uma, nem duas , nem três.

      Ainda tem a pegadinha da liquidez: O imóvel pode estar bem avaliado, mas ele não pode ser vendido prontamente , para vender prontamente você precisa trabalhar com desconto.

      Agora me diz como você vai jogar esta avaliação na ponta da lápis e afirmar se tratar de um ativo lucrativo?

      Depende: Por isso a forma mais fácil de pensar é matematicamente, esquecer este temos desconexos da realidade.


      Fluxo de caixa positivo = Lucro
      Fluxo de caixa negativo = Prejuízo

      O carro lhe da fluxo de caixa positivo = Lucro <<< Ativo gerador
      O carro lhe da fluxo de caixa negativo = Prejuízo<< Ativo destruidor ou passivo.

      A diferença entre valor investido = Saldo é o que interessa.
















      Excluir

    6. O resto é história para boi dormir o papel aceita tudo , você pode colocar que seu imóvel vale 1 milhão e mesmo assim não conseguir vender por este 1 milhão.

      Alias alguém aqui já foi nos últimos leilões judicais e viu o preço dos imóveis que bancos estão retomando em velocidade cruzeiro? Se você fizeste a mesma conta em 2012 o imóvel valeria muito mais , mas com mercado deprimido e excesso de estoques vale muito menos.

      Não fique presos em classificações clássica do que é ativo ou passivo , mas sim na matemática Financeira! colocou dinheiro no bolso é lucro .

      Isso é o básico, não interessa em qual ideologia, semântica, lógica você acredite.


      O ativo financeiros líquidos podem ser vendidos prontamente e avaliação do mercado é feito em segundos, portante valor econômico esta sendo revisando constantemente.

      Agora me diz tu consegue vender seu carro do dia para noite? Casa etc ao preço que dispõem em fração de segundos, alias você contabiliza despesas com reformas, iptu, condomínio etc como saldo negativo? ( diabo mora no fluxo de caixa.)

      Excluir
    7. O banco classifica como ativo , mas ele mesmo não vender pelo valor que avalia, mas sim pelo que o mercado esta disposto a pagar vide leilões judiciais.

      Excluir
    8. Em analise de balanços tem o ativo imobilizado: Que sofre reajustes periódicos semestrais , anuais etc e que estão sujeitos a depreciação contábil.

      Imóveis, maquinas etc

      Ativo financeiro que são contabilizados conforme o saldo + disponibilidade de recursos, estes ativos não sofrem depreciação mas no caso dos títulos , cambio etc sofrem marcação a mercado e são contabilizados conforme o saldo na data x.

      Prefiro a definição do Pai rico: um ativo que gera prejuizo = Passivo ponto.

      E contabilizar imóveis e carros deixa contabilidade bem menos precisa, pois não se sabe se vai executar venda nos valores estipulados na avaliação , além disso tem a questão depreciação e do fluxo de caixa negativo que pode estar tirando dinheiro do seu bolso.

      Mas para eximir qualquer dúvida basta VDC trabalhar com ativo financeiro e imobilizado como as empresas fazem.

      Fica muito mais fácil ele discriminar imobilizado e líquido , e ir alterando e ajustando imobilizado conforme vendas , depreciação etc.


      Abraço




      Excluir
    9. Voces realmente acompanham meu blog: Quem me dera aportar 20K mensais. Foram 3 meses por MUITA SORTE.

      Quem disse isto que eu tenho renda de 20K kkkk eu ri agora.

      Sim, tenho 22 anos e moro com os pais. Tenho 22 mil apenas.

      Hehe


      Excluir
    10. Sou o anon do debate.

      Postei aqui o meu ponto de vista, se você escolheu ficar com raiva e vociferar contra o anonimato enquanto se vale dele, não posso fazer nada. O intuito era que você ponderasse, porque convenhamos, pra mim tanto faz como tanto fez o modo como você contabiliza O SEU DINHEIRO.

      Mas é que o seu modo de contabilizar não faz o mínimo sentido!

      Quer dizer que vc vai à concessionária, vai à imobiliária, compra carro e casa e sai de lá com o mesmo dinheiro? Apenas me explique essa mágica.

      "não tenho que te explicar nada! sou o dono da bola. compre a sua e vá brincar pra lá" sniff sniff??

      Excluir
    11. Engraçado é o anônimo 12:42. Primeiro ele fala de patrimônio (ativo + passivo). Depois ele muda de assunto falando de independência financeira. EU estava falando de patrimônio. Em momento algum falei de independência financeira ou renda passiva.
      Conversa de doido.
      kkkkkkk

      Excluir
    12. Ah Anon, nada a ver seu comentario.

      Se fosse fazer assim eu excluiria seu comentario, seria muito mais facil.

      Vamos la: Exceto se o seu veiculo for uma bomba tipo Marea, Mercedes Classe A, voce sabe sim quanto vale: Tabela fipe - sei la, 5%.

      Imovel voce sabe sim na media quanto vale.

      Sabe por que eu contabilizo? Em teoria eu venderia todos estes "passivos" e travaria uma taxa X para a IF, talvez no TD.

      Mas, esta estrategia acabei pensando melhor e nunca farei: Sempre manterei meu imovel, nem que seja alugado, por dar garantias: No pior caso eu tenho um imovel quitado pra morar.

      Este é meu ponto de vista, so defendi o mesmo e deixei voces falarem tambem.

      Sobre a desvalorizacao acima citada, ate considerando este Valor Patrimonial, quando vendi a minha casa eu reduzi 10K do que era o meu valor patrimonial considerado - taxas e do meu apartamento, visto que foi vendido um aqui 10 miç abaixo do preço que eu considerava.

      Fui la na minha planilha e abaixei. Resultado: Tive meu primeiro "prejuizo" ou reducao de patrimonio no mes.

      Nao ganho nada aumentando ou reduzindo 10K.

      Eu nunca vou competir com os grandes, de fato so posso dizer que alcancei 1M considerando o preço de venda do meu imovel e veiculo, que sao bens que eu paguei, com meu trabalho. Qual o problema? Nenhum.

      É apenas a minha forma de contabilizacao.

      Se eu contasse FGTS poderia ser uma outra forma, mas este nao considero.

      Se eu vendo imoveis por que nao posso contabilizar o meu?

      Imagina o HM compra um predio de 3,5 milhoes pra viver de aluguel. Ele ficaria com zero de patrimonio? Nao.

      Esta é a minha logica.

      Veja que todo FII tem seu Valor Patrimonial.

      Excluir
    13. Eu sou o Anon 17:34;
      Acho que ele não tem "1 milhão" também não. É só ver os fechamentos:
      Em março, ele disse ter R$ 1,010M
      Em agosto, ele disse ter R$ 1,056M

      Em 5 meses, o patrimônio variou 46K.
      Estranho né? para quem diz ter renda passiva sempre acima de 20K.

      Resposta: Verdade, reduzi 20K do patrimônio devido a redução de 10K na venda de uma casa e 10K no meu AP (venda de imóvel similar no mesmo prédio).

      O total seria 66K = dividido por 3 ... Faz a conta ai.

      Parte disto foi valorização dos FIIs.

      Leia meu post sobre fechamento patrimonial negativo ...

      Excluir
  3. Eai VDC! Espero que você tenha lucro nesta negociação!
    Eu também, particularmente, não vejo Trade como renda passiva. Se fosse assim, uma garagem que vende veículos -compra por um valor e vende com lucro- vive de renda passiva, o que não é o caso.

    Imóvel e carro, usando uma definição contábil, é sim Patrimônio. Entretanto no seu caso não é um ativo (usando o conceito do Kiyosaki).

    Você disse que não usou nenhum músculo, mas usou seu cérebro, seu principal órgão. Logo... gerou esforço considerável para gerar a renda.

    Acho que muitos comentários aqui ou dúvidas é porque seu patrimônio e sua renda passiva não são tão claras hahaha, meio que ninguém sabe como "de repente" você ficou milionário.

    Eu, como engenheiro, já tive interesse em fazer casas. Alias conheci seu blog para isso. Tem muito amigo meu que quer entrar nesse ramo (estou falando de arquitetos e outros engenheiros), mas temos algumas dúvidas sobre os custos envolvidos. Você poderia fazer um post sobre isso?

    Grande abraço e sucesso



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Japa,

      E realmente não é renda passiva, esta certo. Incluí um “Não” em amarelo ali. Eu errei não colocando “Não”.

      Não preciso (e nem é foco do blog) dar detalhes da distribuição do meu patrimônio, mas, a maior parte é LÍQUIDA, ou seja, desmobilizei grande parte, e por isto minha renda passiva subiu.

      Não pretendo dar muitos detalhes, mas controlo compartilhando aqui o número total, seja imobilizado ou não, que faz parte da minha renda.

      Um dia ainda vendo tudo e travo uma taxa que me garanta a IF.

      Sobre o post: A galera pede construção, mas nem comenta quando crio algo. Olha este post, é sobre venda de lotes, e o assunto ficou sobre o que é ou não renda passiva.

      Abraço

      Excluir
  4. Grande VDC, boa tarde! Como vai?

    Esse ramo imobiliário me interessa muito e proporciona grande oportunidades de fazer bons negócios.

    Por conta de tempo tenho muito interesse e fazer negociações principalmente em leilões e compra e revenda de imóveis.

    Referente a leilão, quais sites que você geralmente está acompanhando?

    Observei que o site da CAIXA o deságio dos valores dos lotes da caixa são muito baixo.

    O problema é entender as questões jurídicas, para não ter problemas futuros, já consultei corretor e advogado, e achei as opiniões deles muito genéricas.

    Bons negócios

    Abs
    Rubens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Rubens,

      Tenho analisado apenas pelo site Caixa.

      Criarei um post a respeito.

      Abraço

      Excluir
  5. Tio Bastter sente vergonha de você, guerreiro. Realizou lucro, girou patrimônio, enriqueceu intermediário, fez trade, buscou preço e não valor, previu o futuro "vai cair"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueceu de complementar: Ganhou 9K liquidos de imposto de renda.

      Comprarei mais patrimonio com este giro.

      Bastter nao é meu pastor, muito bom ele, mas nao devemos seguir a risca tudo.

      Valeu

      Excluir
    2. Se ele fizer giro com capital de giro Foda-se o bastter. KKKK

      Alias o próprio bastter fala para usar um capital alocado risco para este tipo de operação.

      O erro dele foi vender patrimônio principal para gerar lucro, mas ele vai resolver estão questão quando entrar dinheiro da casa ficando liquido para auferir tais operações.

      Excluir
    3. Exato Mestre.

      O erro foi ter atrasado o valor fa casa, entao pra fechar a operacao tive que fazer isto.

      Outubro fica tudo regularizado se deus quiser.

      Abraço

      Excluir
  6. Tudo que eu tenho a dizer é PARABÉNS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Socrates.

      O intuito era falar sobre algo que deu certo em imoveis, mas descambou para outro assunto rs.

      Valeu amigo, abraço

      Excluir
  7. Olá VDC, MDD e anônimos,

    Acompanhei a discussão de vocês nos comentários e achei riquíssima no tocante de pontos de vistas diferentes e aprendizado de novos conceitos.

    Tenho uma ideia e solução para o assunto, eu contabilizo meu patrimônio da seguinte maneira:

    RF,RV, dinheiro em espécie, saldo em conta corrente:
    Ativos financeiros onde eu sei EXATAMENTE o quanto eu terei se resgatar (ou vencer) de acordo com o saldo que aparece na corretora/banco/ ou na carteira.

    Moeda estrangeira, Investimentos no Exterior, Ativos Imobilizados, Equipamentos Eletrônicos, Veículos, etc:

    Esses eu uso diversas metodologias pra saber o quanto valem e coloco como valor ESTIMADO do patrimônio.

    Isso é necessário pois nunca sei o valor EXATO que irei receber caso deseje resgatar/vender cada um deles. Especialmente Investimentos no exterior/moedas onde é praticamente impossível utilizar o indicador PTAX já que cada instituição tem sua própria taxa de câmbio e diversas taxas que cobram pelo caminho até o dinheiro chegar na minha mão de fato em reais. Por isso coloco um valor ESTIMADO para cada um deles.

    No final tenho separado o que chamo de "patrimônio líquido" e "total estimado", que engloba o líquido + o estimado.

    Acho interessante essa abordagem pois tenho visão do "todo", mas não me iludo sabendo quanto realmente tenho em mãos.

    Pra se viver a IF, acredito que só dá pra contabilizar o patrimônio que gera fluxo de caixa, mas pra acumular patrimônio rumo à IF, é possível sim contabilizar tudo que dá pra virar dinheiro.

    Espero ter enriquecido a discussão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thiago,

      Com certeza enriqueceu.

      Eu contabilizo patrimonio total, e sei a media de venda de imoveis.

      Ha menos de 3 meses um imovel foi vendido no meu predio, eu uso o mesmo preço, retirando 10K do valor que considerava anteriormente (ate pelo questionamento acima, lembro que "perdi" uns 20K abaixando meu valor patrimonial deste AP e da casa que vendi).

      Que diferença faz 2K, 3K em 1M? Nenhuma, pessoal pega no pe demais com esta questao de contabilizar nos centavos.

      Quem contabiliza acoes, fiis, moedas, tem que se lembrar do imposto tambem: Se fosse assim nem o valor da custodia serviria.

      Tipo, se eu quiser colocar 30K a mais "do nada" e postar todo feliz aqui, do que adiantaria? Tipo, fazer a maior festa, o maior auê, e na verdade nao ter nem a metade?

      A ideia é esta, discutir pontos de vista, crescer, aprender, ensinar, mas alguns preferem olhar esta forma de so contabilizar ativos "liquidos".

      Excelente comentario, compartilho de suas ideias.

      Abraço

      Excluir
    2. Devo encerrar a publicaçao de patrimonio.

      Realmente sera melhor e evitara tantos questionamentos.

      Valeu

      Excluir
  8. Fez dinheiro, venceu. É igual luta, não importa se ganhou bonito, nocauteou venceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala CF,

      Estou há quase um mês acompanhando este loteamento com informações de uma imobiliária.

      Me ofertaram, vi a oportunidade, me deu MUITO medo de perder ou ficar com a grana presa, mas aí o lema "Quem compra terra, não erra" me animou e até o momento deu certo: Contrato assinado, grana entra em Outubro.

      Vendi FIIs? Sim. Era o dinheiro mais "líquido" que eu tinha.

      Com impostos pagos, ainda sobra praticamente 9K.

      Cara, isto me mostrou exatamente o que capital + tempo + conhecimento podem fazer.

      Agora comecei a acreditar nas histórias de pessoas que vivem assim ... Numa tacada só tiram mais que três meses de salário CLT ...

      Abração

      Excluir
  9. Os anons tão forçando a barra demais já hein. Fazer um blog e "dar a cara a tapa" pra mostrar a evolução do próprio patrimônio, aceitar as críticas em relação às próprias decisões e aprender com isso, e também se possível ensinar alguma coisa esses caras não querem.

    Talvez seja melhor não permitir mais comentário anônimo. Alguns até querem acrescentar, mas a maioria já parte pra ignorância. O pessoal da blogosfera costuma ser bem receptivo às críticas, não tem pq ficar nessa insistência de provar quem tá certo ou errado. Coloca seus pontos e quem quiser concorde ou discorde.

    Como o Mestre disse bem, tem muito conceito aí que é conversa pra boi dormir. Ninguém é melhor pra cuidar do seu patrimônio que vc mesmo.

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola ED,

      Realmente esta postagem descambou pra outros assuntos, e nao o foco que era a venda rapida de imovel pela oportunidade.

      Anonimos que passam do limite do bom senso eu excluo, os demais eu deixo pra manter a liberdade rs.

      Obrigado amigo e um abraço

      Excluir
  10. Respostas
    1. Valeu SB.

      Agora é esperar a grana cair no bolso para considerar sucesso.

      Abraço

      Excluir
  11. VDC, admiro muito sua coragem e seu conhecimento sobre o assunto! O máximo de perto que chego em investimentos em imóveis é com os FIIs e ainda assim tenho receio! Quem sabe um dia fico com 10% da sua coragem! hehehe
    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola IFM,

      Sim, nesta parte conheço bastante pela experiencia que aprendi com as minhas obras.

      Tem uns 4, 5 dias que durmo e acordo pensando no meu saldo negativo.

      Foi a operacao mais critica que ja fiz, e esta preocupacao toda é fruto dela, mas, tem um objetivo claro: Mais dinheiro que gerara mais renda passiva.

      Estou ciente dos riscos, posso perder dinheiro ou ficar empacado anos com este lote, mas arrisquei e espero que meu 'feeling' esteja certo.

      Abraço

      Excluir

Obrigado pela presença! Aprovarei rapidamente seu comentário e responderei brevemente! Grande abraço, VDC - Viver de Construção

Pesquisar no Blog ...

Postagens Populares