Total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de março de 2017

Pobres x Ricos - A Diferença Básica




Boa noite Senhores do Milhão. A Luta Continua!

Muitas vezes uma imagem vale mais do que mil palavras.

Quantos colegas de trabalho e conhecidos não reclamam que o salário não dura nada, que precisam ganhar mais.

Mas, vejo estes mesmos colegas com veículos de 60 mil reais, relógios de 2 mil reais no pulso, celular Iphone 6, 7 até, que saem para restaurantes ‘chiques’ durante a semana, vão semanalmente nas famosas resenhas de fim de expediente, também conhecidos com Happy Hour.

Conhecidos que não aceitam almoçar nos restaurantes que cobram abaixo de R$ 20,00, preferem almoçar diariamente nos restaurantes de R$ 60,00, mesmo tendo que complementar quase a metade do próprio bolso, pois ir em restaurante mais barato é coisa de gente simples demais ...

Aos finais de semana emendam o programa Cinema + saída após cinema, e no Domingo saem de novo.

Shows de R$ 400,00, divididos no cartão.

E assim eles vão vivendo, neste grande teatro chamado status.

Se você esta lendo este meu texto, você tem grandes chances de sair desta competição do status, desta competição de mostrar para aqueles que você não gosta, aquilo que você não é através do que você adquire.

Você não precisa de um Honda Civic zero KM para ser feliz.

Você não precisa de uma Hilux para ser feliz.

Você não precisa morar numa Cobertura para ser feliz.


E nem mesmo ser obrigado a viajar ao exterior anualmente para ser feliz.

Tenho um conhecido de futebol, onde noto que a alegria da vida dele é mostrar que esta bem de vida aos outros do nosso grupo.

Cobertura financiada, mas pouco importa, o importante é tirar fotos e chamar os amigos para um churrasco.

Todo ano, pelo menos duas vezes, o mesmo passeio: Praia.

Feriado prolongado, praia!

Aff! Com todo respeito, praia é muito bom, concordo, mas, há tantos passeios diferentes a serem feitos, museus a serem visitados, montanhas, lagoas, rios, tanta coisa para fazer, mas de 3 em 3 meses no Whatsapp: Fotos da praia.

Se fosse só da praia, ainda ia, mas é sempre a mesma coisa: A self olhando para a câmera, focando em alguma comida e as latas de cerveja: Skol!

"Eu sou o rei! Olhem para mim. Eu estou na praia, me venerem, eu sou o fodão".

Aí você pergunta: Tá, mas, você mora de aluguel? Não, morava de aluguel, mas agora financiei em 30 anos uma cobertura de 500 mil reais! Eu estou podendo mesmo!

Carro? 60 Mil. Financiado.

Final de semana? Sair e beber.

Eu sinceramente fico pensando: Será que não seria mais fácil ser mais um a viver o agora e dane-se o futuro? Por que nós somos poupadores, sofredores, enquanto a maioria se diverte?

A resposta é: Pensamos no futuro. E seremos recompensados por nossa escolha.

Eu poderia ser mais um blog a ficar de chororô dizendo que não é justo, que não tive sorte e bla bla bla, mas não faço isto, simplesmente pois todo o sofrimento de ser um poupador em 10 anos de muito trabalho valeu a pena! Pra mim valeu a pena, e é esta a mensagem que passo aqui no blog.

E muitos deles vão dizer que não tiveram chances na vida ...

Que a família não ajudou (aff, até desanimo, é VOCÊ que é responsável pelo seu futuro, família ajuda, é a base, mas, é VOCÊ que vai fazer seu caminho, não coloque a culpa nos outros).

Por isto eu sempre escrevo aqui várias vezes: Simplicidade, simplicidade, simplicidade.



Não adianta você aumentar seu salário, se os seus gastos vão aumentar proporcionalmente.

Não é vergonha ser uma pessoa simples.

E é isto que vai diferenciar Pobres que continuarão Pobres do que Pobres que com Juros Compostos + Aportes em Valor + Tempo se tornarão Ricos (ou viverão uma Tranquilidade Financeira, como eu vivo e escrevo sempre agora).

O caminho é árduo ... Mas a luta não pode parar.

Quem você será nesta figura abaixo? O Pobre de Status, ou o futuro Rico Simplista?


Um abraço e até a próxima postagem!



VDC – VIVER DE CONSTRUÇÃO

51 comentários:

  1. Cara, é a pura verdade. O rico só é rico por que ele não quer gastar todo dinheiro que ganha. Em tese, mesmo os ricos tem que pesar o que comprar, porque caso contrário ficariam pobres novamente. A riqueza não é só ter dinheiro, mas se sentir rico. Enfim, sem delongas. Esse é o tipo de texto que ajuda na boa reflexão.
    Maestro Investidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Maestro,

      Gostei da frase: "A riqueza não é só ter dinheiro, mas se sentir rico". Rico sabe quando tem que gastar, e opta sempre por adquirir ativos ao invés de passivos.

      Abraço

      Excluir
  2. Muito bom VDC. O legal é que consigo fazer tudo isso, mas poupando. Falo em relação a passeios e fds.
    A diferença é a frequência e nível dos locais.
    Ademais me pago antes de curtir e só faço tudo registrado na planilha, ou seja, consciente.

    Ps. Qual o valor das suas camisas da alfaiataria?
    Gosto de me vestir bem, ainda não posso, mas quero saber quanto custará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Concordo. Tem que se pagar antes de curtir, tem que definir as metas semanais e máximas que podem ser gastas com lazer, pois, somente controlando você saberá se esta indo bem ou não neste quesito.

      Em média acho boas camisas de R$ 200,00 a R$ 450,00. Em geral compro as de R$ 300,00 a R$ 400,00.

      É um gasto alto, eu sei disto, mas vale muito a pena, pois é um aporte em mim mesmo, fico muito bem vestido em qualquer país e felizmente com esta abordagem não tenho mais aquela coisa de “ishi, vou viajar, tenho que comprar roupas”.

      Abraço

      Excluir
  3. VdC,
    Essa parte da "família não me ajudou" lembra a famosa frase do Bill Gates:
    Se você nasce pobre, não é o seu erro. Mas se você morrer pobre, é seu erro.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa KB! Boa frase esta, gostei.

      Quem coloca a culpa em família são as pessoas fracas, quem quer vencer consegue até sozinho, se se esforçar para vencer.

      Abraço

      Excluir
  4. Isso mesmo, VdC. São escolhas que a gente faz, né? Aqueles que preferem esbanjar (sem ter) vão acabar num futuro bem previsível. Eu prefiro manter a minha vida numa filosofia minimalista, com consumo consciente. Meu salário teve aumento neste mês, mas nem por isso vou passar a gastar mais. Minha intenção é manter tudo como está (exceto os aportes... o foco é nele).

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá EP,

      A maioria utiliza o cartão de crédito (e o que não tem) pata passar a imagem de ser alguém de sucesso, e o resultado futuro disto já sabemos.

      Também tento ser minimalista, apesar de ter subido um pouco os gastos agora (carro melhor, academia melhor, natação, alguns produtos que comprei melhores), mas, meu caso é alterar um pouco após 10, 11 anos de muito trabalho.

      Se eu tivesse começando faria a mesma coisa que fiz: Viver e poupar.

      Excelente escolha (ganhar mais, continuar gastando igual). Tenho colegas que ao receber aumento de salário já aumentam o padrão de vida para estar no mesmo status do novo salário / cargo (muita burrice isto).

      Aumentar o aporte = aumentar as chances de IF.

      Abraço

      Excluir
    2. Mas é isso mesmo. Acho que depois de um bom tempo de esforço pra montar um determinado patrimônio, a gente pode se dar ao luxo de consumir produtos de melhor qualidade. Eu tb não me arrependo de ter passado anos de muita economia. Hoje posso viajar pra fora do Brasil numa média de quase uma vez por ano sem afetar muito os meus gastos.

      Excluir
  5. Muito bom post!

    A maioria das pessoas gasta para impressionar os outros. Às vezes nem ficam felizes com o que estão comprando. Ficam felizes quando conseguem fazer inveja a alguém. Triste isto. São pessoas que vão trabalhar para o resto a vida.

    Eu prefiro a sensação de ter dívida zero, financiamento zero. Os juros compostos estão a meu favor. Eu empresto dinheiro para governo e bancos, e não o contrário. Meu carro não é novo, mas é o suficiente. Prefiro um apartamento quitado a uma cobertura financiada.

    Mas também existe o outro lado. Viver é preciso. Não dá para deixar de viver guardando tudo para um amanhã. "Daquele dia ou daquela hora ninguém sabe". Vai que... E conhecer Paris com 70 anos de idade não é a mesma coisa que conhecer com 30.

    Acho que o importante é saber o que lhe faz feliz e investir nisto, mas sem deixar de se precaver para no futuro continuar sendo feliz também.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ID e II,

      Nossa você resumiu tudo mesmo! É normal ver gente ir em lugar que nem gosta só pra postar no Facebook e instagram pra impressionar.

      Isto aqui parece eu escrevendo rsrs “ Eu prefiro a sensação de ter dívida zero, financiamento zero. Os juros compostos estão a meu favor. Eu empresto dinheiro para governo e bancos, e não o contrário. Meu carro não é novo, mas é o suficiente. Prefiro um apartamento quitado a uma cobertura financiada.”

      Poxa, sem comentários, eu não escreveria nada melhor, concordo 100% contigo. Na vida devemos poupar, mas precisamos viver também, de forma simples, e nos dar alguns mimos, pois realmente não sabemos o dia de amanhã.

      Abraço

      Excluir
  6. Isso mesmo VDC,

    Sobre o almoço no trabalho, percebi que preparar o próprio almoço e levar ao trabalho é uma ótima alternativa. Primeiro que você pode escolher uma alimentação mais saudável e segundo que é muito mais barato. Costumo cozinhar uma vez por semana a comida da semana toda.

    Muito boa essa postagem. Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa AF,

      Legal! Além disto é muito mais saudável você mesmo preparar a comida, concordo 100%. Meu único problema é: Sou péssimo na cozinha.

      Legal mesmo, às vezes penso que como hobby eu poderia aprender a cozinhar coisas boas e saudáveis, mas aí precisaria daquela super casa com aquela cozinha enorme com bancada rs. Deixo isto pro futuro.

      Abraço

      Excluir
  7. GRande VDC! Duas ponderações...primeiro sobre carro, alguns modelos fabricados aqui são exportados para o méxico, só de frete o custo é de 4 mil reais, de imposto sobre importação a taxa é de 30%, sobre o consumo lá, a taxa é de 14%...e lá o carro custa a metade do que aqui, tem explicação?! Acho que está escrito OTÁRIO na minha testa.

    outra coisa, MARMITA CARA! essa palavra até ofende pessoas, mas é uma bela alternativa, boa e barata, eu por exemplo gosto de cozinhar e quando tiver a minha casa, com toda certeza eu levarei comida de casa com mais frequência, cozinhar é bom para a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala AA,

      Nosso país é uma bagunça no aspecto taxas mesmo. Pagamos muito, e não temos isto.

      Em outros países de primeiro mundo, como os EUA, paga-se altos impostos, mas você vê os impostos nas ruas, em segurança, escola, hospitais, em benefício dos contribuintes. É difícil mesmo.

      Marmita kkk verdade que ofende sim, marmita já é associada a pessoa pobre, mas, agora nesta onda fitness o povo esta falando das ‘marmitas fitness’, começando a perder um pouco este posto de coisa de pobre.

      Legal cara, você também gosta de cozinhar, eu sou uma negação na cozinha, minha esposa que faz as coisas da cozinha, pois quando eu tento fica muito mais ou menos.

      Abraço

      Excluir
  8. Não sei se conhecem um Filósofo chamado Epicuro, ele trabalha com uma perspectiva Hedonista, que nada mais é do que a busca pelo prazer. Até aí, parece muito matrixiano essa análise, sqn... como dizem os jovens... e pq? Isso ocorre, pois, aprendam isso, quando se é bom em algo, não faltarão pessoas querendo lhe FUDER. Digo isso, sei que parece sem nexo, pois o pensamento de Epicuro foi totalmente distorcido e o verdadeiro significado de uma vida HEDONISTA (isto é, de prazer) que o próprio autor é favorável, desrespeito ao contrário que o senso comum diz, pois quando se diz à alguém para ter uma vida prazerosa, todos nós já pensamos em loiras virgens, carros lindos e muito caros, roupas caríssimas e outros aspectos superficiais... E, para não ficar muito longo, o que, de fato ele disse a respeito sobre isso? Ele nos ensina, caros amigos que buscam o milhão como eu, que uma vida simples é uma vida MUITO hedonista, pois se vc é simples e consegue ter prazer em ganhar um carro gol, pois esse é mais fácil de se conseguir, do que um camaro, que vc passará uma eternidade trabalhando muito e nunca terá, sua vida será, como consequência, mais prazerosa, uma vez que é mais fácil adquirir com um gol ( claro, isso foi só um exemplo que me veio a cabeça, um gol, analisando o preço e renda da nossa população,é muito caro) kkk. Isto é, ele ensina que quanto mais você tenta complexar a vida, no sentido de ter várias coisas, cada dia mais precisará de novos estímulos para TENTAR se alegrar...Como se vc precisasse de cada vez mais, para ter um prazer cada vez menor... Por isso que dizem que a maioria dos pobres são alegres e felizes.... Isso foi só minha contribuição com o assunto, mas é interessantíssimo essa forma de pensar, fala a vdd. Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pobre são alegres e felizes??kkkk tá de brincadeira né. Existe infinitas pesquisas que mostram as pessoas com melhores condições financeiras (não bilionarios) são mais felizes que os pobres. A felicidade em si não está nas coisas materiais, mas sim em se viver bem. Ter boa escola para os filhos, poder viajar, ter um bom plano de saúde, poder comer coisas boas etc.... Os pobres, vivem reclamando da vida. Mas esses são pobres materialmente, pq na verdade são pobres de espírito.

      na verdade devemos agradecer tudo que temos, e aos poucos ir melhorando nosso padrão de vida. Se a pessoa crescer com a mentalidade da gratidão, será bem mais feliz, quer tenha dinheiro ou não.

      Excluir
    2. Olá amigos Anon,

      Poxa vida, é por isto que eu pago a minha internet, sempre aprendendo coisas novas aqui.

      Não conhecia o filósofo, mas pelo que entendi a lição que ele nos dá é aquilo que eu falo sempre: Quanto mais simples for a sua vida, mais fácil será atingir a IF e ser feliz.

      Se eu sou feliz tendo carro popular, será mais fácil atingir a IF, meus custos serão menores.

      O mesmo vale para casa, viagens, roupas, etc.

      Achei superinteressante mesmo Anon.

      Sobre o segundo comentário, concordo também, mas adiciono que os ‘pobres’ mesmo parecem ter uma felicidade diferente, sei lá, parece que estão com os olhos vendados.

      Vejo gente pobre sendo feliz por ficar tomando cerveja o sábado todo com amigos em buteco, ou queimando carne e tomando cerveja barata o dia inteiro.

      A alegria aqui é ficar bêbado? Talvez.

      Minha alegria mesmo é diferente, é não ter dívidas, é ter condições de me sustentar se meu trabalho acabar (for demitido), é poder comprar coisas boas para a minha família.

      São alegrias diferentes ...

      Abraço amigos

      Excluir
  9. A imagem diz tudo VdC.Muito bom!!!
    O que adianta viver de aparência? O pior é que conheço gente que ganha realmente muito bem, mas financia carro caríssimo , sempre com último iphone, festas mais caras e bebidas idem...
    Um brinde a idiotice humana!
    Abraços
    M.R.F.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MRF,

      Muitos amigos que eram considerados “ricos”, quando perderam o emprego e os altos salários da empresa onde trabalho estão passando dificuldades, pois, não tem mais a alta renda para manter a vida luxuosa, e este tombo é o pior de todos, pois é fácil se acostumar ao bom e melhor.

      Um brinde mesmo ... Felizes somos nós, poupadores e aportadores, que teremos um futuro bom pela frente.

      Abraço

      Excluir
  10. Infelizmente a mentalidade das pessoas pobres em relação ao dinheiro está toda contaminada por esquerdismo, vícios e más práticas.

    Com todas as injustiças que fazem parte da vida, a grande verdade é que a maioria das pessoas pode se tornar mais tranquila financeiramente com práticas simples como:
    não fizer dívidas;
    não comprar muitas porcarias;
    Tornar-se mais eficiente na geração de valor com o trabalho;
    e investir um excedente do salário por alguns anos vivendo na frugalidade.

    O básico das finanças pessoais descrita no livro "O Homem Mais Rico da Babilônia".

    No mundo capitalista temos inúmeros exemplos de sucesso de quem não fez muito além disso, como uma empregada doméstica diarista que comprou uma casa à vista com o dinheiro que juntou trabalhando mais, e melhor que outras (se tornou boa na profissão e era recomendada pelas empregadoras) e poupando.

    Olhando para trás nós geralmente pensamos o que fizemos de certo e errado nesse caminho de investidores, mesmo isso não tendo muita importância hoje penso: O cara que tem um ambiente seguro e estável para viver com os pais e poupar até os 30 anos, e durante a vida tem a chance de poupar (não tem filhos, esposa, vícios e alguma dívida) e se desenvolve como profissional, caso não ocorra algo muito negativo em sua vida pode contar que já ganhou o jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala CF,

      É a mídia que disseminou isto, e as redes sociais prejudicaram ainda mais. Daria um post falar sobre Facebook, como o mundo é perfeito no Facebook e Instagram.

      É interessante analisarmos que, de acordo com o que você escreveu, em “teoria” seria simples atingir a Tranquilidade Financeira, seguindo este roteiro por 10 anos ou mais.

      Mas, não sei o que acontece, as pessoas mudam, o grupo social contamina, e a pessoa começa a gastar mais do que ganha, nesta busca insana de querer se mostrar melhor do que realmente é.

      Felizes somos nós os poupadores, caro amigo CF!

      Excelente comentário.

      Um abraço

      Excluir
  11. Bom post VDC,
    Essa imagem aí diz tudo. Conheço muita gente que ganha uma mixaria, mas sempre estão com roupas caras e celulares caros, etc.Na verdade são escravos do sistema.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CI,

      Tenho amigos sem nada, vivem de aluguel, mas eu me sinto pobre perto deles, pois tenho celular simples, carro (agora um pouco melhor, antes era carro velho), e roupas simples, sem acessórios.

      Aprendi na vida que este ‘falso status’ de nada adianta, não tem coisa melhor que o sentimento de tranquilidade financeira.

      Abraço

      Excluir
  12. Olá VDC. Excelente post. Não quer jogar praga, mas o futuro será cruel com a maioria das pessoas que vivem dessa forma que você narrou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Madrugassss,

      Infelizmente será isto mesmo que você disse.

      E serão estas mesmas pessoas que criticarão quem esta melhor, falarão que foi culpa do governo, da família que nasceu pobre, que não teve condições, e bla bla bla. São os mi mi mi da vida.

      Eu já tentei ajudar alguns colegas comentando sobre o quanto é bom ser simples, mas desisti: Cansei de ser o esquisito.

      Pelo menos aqui na Blogosfera encontra outros “esquisitos poupadores” rs.

      abraço

      Excluir
  13. VDC,

    É, já tinha visto essa imagem pelo fb, é realmente assim .... fazer o q ne ... mas cada um faz suas escolhas .... gastar todo seu dinheiro pra parecer rico não parece um coisa muito inteligente ..

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Rodolfo,

      Você deve ter visto também as discussões que ela gera ... é por isto que são poucos os que serão tranquilos financeiramente ou atingirão a IF.

      A sociedade é vitimista. Dizem “eu não sou rico pois ganho pouco”, “não tive condições”, mas criticam aqueles que com muita luta conseguiram melhor e sair da média.

      A culpa maior é da TV e das mídias sociais, e é super comum ver pessoas que gastam o que não tem para impressionar.

      Abraço

      Excluir
  14. Ótimo post.

    Infelizmente, nossa cultura brasileira é assim: quanto mais posses, mais foda eu sou.

    Veja na Europa, por exemplo, a porcentagem de pessoas que usam carro.
    Lá é outro mundo, outra mentalidade.

    Em vários aspectos tenho nojo do Huehue Br Br.

    :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na europa transporte publico funciona. aqui infelizmente não. tenho varios colegas que são obrigados a virem trabalhar de carro.

      Excluir
    2. Olá MP e Anon,

      Realmente na Europa o transporte publico funciona, isto realmente deixa que você não precise ter carro.

      Nossa cultura é baseada no Ter mesmo, infelizmente.

      Abraço amigos

      Excluir
  15. só não entendi essa do carro de 60k. carro de 60k não dá status algum. Pra vc ter ideia, um hb20s já chega em 60k. Vc acha que esse cara que vc quis mostrar anda de hb20s? Claro que não. O cara vai querer ou uma bmw, audi etc... Carros acima de 100k

    mas no contexto geral vale a reflexão!!

    valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon,

      Um usado de 60K dá sim ...

      Talvez meu parâmetro esteja errado, na minha região o que mais os ‘pobres que se acham ricos’ compram pra aparecer são SUV’s ou as pick-ups grandes (Hilux e Frontier).

      BMW e Audi nunca vi no meu círculo, esta num acima eu acho rs.

      Com certeza vale sim a reflexão.

      Abraço

      Excluir
    2. VDC, mas essas caminhonetes, zero km, são mais caras que BMW e Audi, pra você ter ideia. Hilux zero completa encosta nos 200k.

      Inclusive, tou com um carro super rodado, em vistas de trocar, e percebi o quão absurdo estão os preços. 40k um 1.0, 60k um carro mais ou menos, 100k um sedan médio.

      E o mais impressionante é que o povo compra. Aos montes.

      Excluir
    3. Ola Daniel,

      Normalmente a galera compra usada mesmo, pra tirar zero KM fica muito cara mesmo.

      Vá de usado mesmo, eu prefiro ir de usado e pagar uma revisão completa, como fiz, do que comprar novo (já tive a sensação de comprar zero KM, me contento com usados agora).

      Abraço

      Excluir
  16. Excelente VDC!
    Às vezes, pensando comigo mesma, vejo um certo descontrole emocional nas pessoas, que saem comprando de forma automática, sem pensar se realmente precisam daquilo, apenas para satisfazer seu ego, e depois deixar coisas "encalhadas/entulhadas" dentro de casa.
    Tenho um vizinho que mora de aluguel num muquifo, literalmente, e se vc ver o lugar... Longe de ser uma pessoa preconceituosa, mas é um mega simples, num quintal onde moram outras 4 /5 famílias, e o cara comprou um carro zero de uns R$ 45 ou 50.000 e o orgulho dele é passar dirigindo e olhando para os lados, para ver se estamos olhando pra ele, ou para o "possante" dele.
    Coragem....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anonima,

      Com certeza, tem gente que compra por comprar, pra ter o prazer da compra e entulha aquilo no armário (neste quesito tenho que dizer que mulheres estão mais propensas a este erro).

      Haha eu ri lendo o comentário pois tenho um tio e conhecidos dele que moram próximo assim: Moram em barracões, não tem renda passiva nenhuma, mas desfilam de Hilux e carro zero.

      É complicado mesmo viu, prefiro ser simples e ter meu plano B e tranquilidade financeira.

      Mantenha a simplicidade sempre.

      Um abraço

      Excluir
    2. Vai saber se esses caras ai que desfilam de hilux tem toda grana guardada e não querem gastar com moradia própria, então gastaram mais com um carro.

      Excluir
    3. Mas é estranho Anon, andar de Hilux e morar num barracão ... Eu preferiria andar de Golzinho 97 e morar numa casa melhor, mas, cada um é cada um. Abs

      Excluir
  17. É normal o homem meio que "enjoar" da masturbação? Tenho 21,22 anos e não consigo uma ereção 100% na masturbação, parece que me falta incentivo, nem vendo filmes eróticos está adiantando muito.

    No sexo a excitação acho que deve ser maior.

    Segundo ponto: Nunca coloquei camisinha sozinho, tenho uma certa fobia de expor totalmente a glande quando o órgão sexual está ereto. Só flácido e no banho consigo expor tudo. Não tenho problema de fimose, é uma fobia semelhante a de colocar anel no dedo.

    No dia em que eu for fazer sexo a tendencia seria eu esquecer desse medo?

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon,

      Estranho ... O negócio é: Chega uma hora que você precisa de uma relação mesmo, só a mão não vai te ajudar muito não.

      Acho que você deveria ir num urologista e tirar as suas dúvidas, não fique com receios ou vergonha, isto é totalmente normal, e você é novo.

      Converse com um médico que lhe aconselhará o correto, pode ser que no seu caso você precise da cirurgia de circuncisão.

      Abraço

      Excluir
  18. Esse país chamado Brasil, tudo gira em status. TUDO!

    Tenho alguns amigos que foram morar no Japão, lá o pessoal vai de bicicleta para o trabalho, usando terno, gravata, transporte público idem.

    Acredito que para ter essas coisas mais caras, pelo menos a pessoa tem que ter uma estrutura boa.

    Eu financiei um terreno e carro a 3 anos atrás, não conhecia nada de educação financeira, até hoje estou pagando o 'pato' por isso. Sendo que na época eu só tinha situação para financiar o terreno, mas como todo BR médio, fiz a cagada... Minha sorte que atualmente consigo pagar dos dois, mas afeta nos meus aportes... Mas esse ano ja termino de pagar o meu carro.

    Brasil, aonde andar de transporte público e bicicleta é visto como pobre.

    Abraços e sucesso VDC!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala S,

      Eu também já financiei carro, lote também, a sorte é que com os lotes eu sempre lucrei, mas perdi algum dinheiro com juros, ainda que pouco.

      Normalmente eu financiava pra fazer outros negócios com a venda do carro anterior, mas mesmo assim paguei juros sem necessidade.

      Aqui onde moro andar de Bike é perigoso ainda por cima, risco de te roubarem ou atropelarem.

      Abraço

      Excluir
  19. As pessoas costumam ver financiamento como uma ajuda camarada dos nossos amigões chamados Bancos. Afinal, os bancos te emprestam o dinheiro deles para você poder realizar seus sonhos HOJE. Baita negócio, não é mesmo? Poucos entendem que o financiamento resulta em você obter seu sonho agora e pagar ele dobrado amanhã. Enquanto existirem pessoas financeiramente ignorantes, sempre existirão outros mais espertos para tomar o dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá FC,

      Infelizmente a maioria das pessoas paga o preço do 'imediatismo', o 'querer agora'.

      Nós poupadores felizmente estamos livres e emprestamos dinheiro aos bancos e empresas, ao invés de pegarmos empréstimos.

      Um abraço

      Excluir
  20. Tem uma passagem no "Pai Rico, Pai Pobre", na qual ele discerne sobre luxo. O pobre compra coisas de rico para aparentar ser rico. O rico compra coisas de rico depois de ficar rico.

    Vejo muito isso com pessoas de meu meio que ganham 2k/mês comprando celulares de 4k, em 12 suaves prestações. E já vi muito também um conhecido, dono de loja de roupas, vendendo roupas caríssimas para empregadas domésticas, acho que elas gastavam mais com calças do que com comida...

    Um livro interessante nesse ponto, que recomendo a todos, é "O milionário mora ao lado", que toca exatamente nessa tecla de consumo de ricos de verdade e falsos ricos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Daniel,

      Excelente passagem esta, resume a imagem.

      Eu também uso sempre o exemplo do celular: Pessoa que ganha 2K, como compra um celular de 6K? Explicação: 24 prestações ...

      Bacana a indicação do livro, pode ser uma das minhas próximas leituras.

      Obrigado pela contribuição e um abraço

      Excluir
  21. Gente bonita pode se vestir de qualquer jeito que o brilho da beleza jamais sairá de sua cara.
    Pessoas pobres e feias (como eu), tem roupas e academia como último recurso.
    Já reparou que a maioria das pessoas pobres que ficaram ricas já eram bonitas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em partes Anon.

      Veja fotos do “antes” e “depois” de algumas pessoas.

      Pegue o caso do Cristiano Ronaldo, jogador de futebol.

      Ele sempre foi alto, mas era feio pra cacete.

      Com dinheiro, melhorou muito.

      Claro, nem sempre dá jeito, veja o caso da Tati Quebra Barraco.

      Abraço

      Excluir
    2. O cara pode estar na miséria, mas se ele for bonito ele conquista o quer.
      Agora um feioso baixinho e pobre com barriga como eu de cara estranhíssima não tem chances não.
      Pensando sériamente em suicídio.

      Excluir

Obrigado pela presença! Aprovarei rapidamente seu comentário e responderei brevemente! Grande abraço, VDC - Viver de Construção

Pesquisar no Blog ...

Postagens Populares